Apucarana: Carta do Bispo aos Padres

Read Time:3 Minute, 57 Second

Espero que estejam bem e mantendo a serenidade interior. Não é fácil o momento que vivemos, ninguém de nós tinha passado por uma experiência como esta. O mundo não a imaginava. Mas o Senhor está conosco! Ele não abandona a sua barca, nos recordou o Papa Francisco. Confiantes em Jesus Cristo, afirmamos com o Salmista: “Não temerás a epidemia que se propaga nas trevas” (Cf Sl. 90,5-6). Como operários da linha de frente, como os profissionais da saúde, dos meios de alimentação, de transporte e segurança, nos mantemos na fé e sustentamos, na mesma fé, nossos irmãos e irmãs.
Estamos às portas da Semana Santa. Neste ano a viveremos de forma totalmente diferente. Por isso RECORDO:

  • Conforme Decreto da Sagrada Congregação do Culto Divino, em todas as Paróquias da Diocese devem ser celebradas, sem a presença dos fiéis, todas as celebrações próprias do Tríduo Pascal. Uma reduzida equipe de liturgia e canto deve estar presente, para garantir a solenidade dos Ritos.
    Todas as celebrações devem ser transmitidas e os fiéis da Paróquia devem ser avisados com antecedência para acompanharem as celebrações.
    (Os padres que têm mais de uma Paróquia, celebrem uma única vez, cada dia e, façam as transmissões para todos os seus fiéis. Alguns padres do Decanato de Apucarana celebrarão comigo na Catedral)
  • Na sexta-feira santa somente o padre beijará o Crucifixo.
  • Em tudo siga-se as orientações do último dia 27 de Março.
  • Para a celebração da Missa Crismal na Catedral, que acontecerá na quinta-feira santa, dia 9, às 10h, não parece conveniente a presença dos padres, mesmo Decanos. Várias cidades estão com saídas e entradas limitadas. As autoridades dizem que a próxima semana será de pico da epidemia. Assim, cada padre já reserve este horário para acompanhar, de sua casa, através dos meios de comunicação, especialmente do D.A. Sistema de Comunicação, a celebração da Santa Missa, com a consagração e bênçãos dos óleos e renovação das promessas sacerdotais. Alguns padres do Decanato de Apucarana estarão representando todo o Presbitério. Os Santos Óleos serão entregues aos decanos. Portanto peço que cada padre procure o seu decano, para receber os Santos Óleos.
  • Vários padres já realizaram ou realizarão no Domingo de Ramos, a passagem com o Santíssimo Sacramento pelas ruas de suas paroquias. Bela iniciativa que atrai a Benção Divina e nos aproxima de nosso povo.
  • Peço, que na manhã do domingo de Páscoa, em todas as Paróquias da Diocese, seja realizada esta Procissão Motorizada com o Santíssimo Sacramento. Será um momento de Unidade Diocesana e Profunda Adoração à Jesus Eucarístico. Nosso povo seja avisado com antecedência para estarem nos portões de suas casas, sem delas saírem. A divulgação e transmissão deste momento trará muito conforto ao nosso povo. Logicamente sem aglomerações, sem carreatas. Basta o carro andor com o padre levando o Santíssimo e um carro de som. Momento de fé e suplica: Detém, ó Senhor com tua mão, esta Pandemia. Um momento de alegria levando Jesus Ressuscitado e Vivo no Santíssimo Sacramento.
  • A Coleta Nacional da Campanha da Fraternidade foi adiada. Peço que os padres, em cada paróquia, motivem e vejam a melhor maneira de receber esta Coleta, como fruto do Sacrifício Quaresmal. O resultado desta Coleta deve ser usado para atender os mais necessitados da própria Paróquia.
  • Muitas paróquias já estão fazendo coleta de alimentos, materiais de limpeza e outros. Peço que continuemos este trabalho, de acordo com cada realidade. Assim, procuraremos suprir aquelas necessidades não atendidas pelos poderes públicos. A Caritas Diocesana tem iniciativas para as cidades de Apucarana e Arapongas. Estamos estudando uma Campanha de conscientização de direitos às medidas de proteção social do Governo. Creio que nos próximos meses teremos que, com criatividade e caridade, atender à muitos.
  • Neste mesmo sentido peço que cada paróquia pense como será a logística para a devolução do Dízimo. Preocupa-nos a manutenção de toda obra evangelizadora, dos nossos colaboradores, enfim, da vida eclesial. Mas o nosso povo é bom e a graça de Deus nos sustentará.
  • Assim queridos irmãos sacerdotes vamos viver com fé, devoção e piedade esta Semana Santa tão particular. Aclamaremos nosso Rei, com Ramos nas mãos. O adoraremos reverentes quando Institui a Eucaristia e o nosso Sacerdócio, na Quinta feira Santa. Com Ele e com a humanidade inteira gritaremos: Meu Deus por que me abandonastes…. Em tuas mãos entrego o meu espirito…. Com Maria, na esperança que não morre, aguardaremos sua manifestação e o proclamaremos vitorioso com o Aleluia Pascal. Ele ressuscitou e nos dá a certeza de que também a humanidade ressuscitará deste momento difícil. Com a graça de Deus e nossa participação seremos novos homens em um mundo novo. Cremos em Cristo Ressuscitado e cremos na humanidade redimida pelo seu Sangue Precioso.

Fonte: Diocese de Apucarana

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Previous post PRF e Polícia Civil prendem traficante com 240 quilos de maconha em Santa Lúcia (PR)
Next post Confirmados mais quatro casos de Covid-19 em Arapongas