Economia aos cofres públicos com energia solar na Câmara de Apucarana

Read Time:2 Minute, 23 Second

A conta que em dezembro de 2019 era de R$ 4 mil, em fevereiro de 2020 é de R$ 407, 50, economia aos cofres públicos com a redução da conta de luz após implantação do sistema de energia solar na Câmara de Apucarana

O presidente do legislativo, Luciano Molina, ao lado do vereadores e vereadora, anunciou na tarde desta terça-feira (18/02), o valor que a Câmara Municipal de Apucarana deverá pagar no mês de março referente a conta de luz: R$ 407,50. A diminuição drástica de valor, que até dezembro de 2019 chegava em torno de R$ 3 a R$ 4 mil/mês, deve-se a implantação do sistema de energia solar no prédio central, da Casa de Leis.

“A conta que pagamos em dezembro de 2019, teve o valor de R$ 4.000,54. Foi no final desse mesmo mês que implantamos o sistema na Câmara. Em janeiro, já com o sistema em funcionamento e as placas solares começando a injetar energia na rede da Copel, a conta diminuiu. Agora, em fevereiro, chegamos a R$ 407,50 valor que estava sendo previsto desde o início”, relatou o presidente Luciano Molina.

Ele lembrou que o projeto na Câmara de Apucarana é pioneiro entre as Câmaras no norte do Paraná e teve um investimento de R$ 110 mil com a instalação de 100 painéis, com potência de no mínimo 33,5 quilowatts pico, e inversor (transformador) que faz parte do sistema fotovoltaico, que possibilitará a geração de até 120% da energia para a Casa de Leis.

“Quando fizemos a aquisição dos painéis, com o apoio de todos os vereadores desta Casa, estávamos cientes que o retorno do investimento seria em até quatro anos. Mas também tínhamos a certeza que os gastos seriam reduzidos de R$ 3 a R$ 4 mil para em torno de R$ 500 reais por mês”, comemora. 

Molina mais uma vez agradeceu a parceria que teve de todos os vereadores e vereadora na implantação do sistema no Legislativo. “O apoio de todos foi fundamental em todo o processo. Desde a licitação até a implantação dos painéis e agora já estamos recebendo os primeiros resultados positivos. Esse sistema tem durabilidade de 25 anos. É economia aos cofres públicos e principalmente benefícios para o meio ambiente”.

A energia gerada na Câmara de Apucarana em até 120% é uma opção por conta de uma expansão ou outra necessidade que possa acontecer no legislativo. “Temos uma energia limpa e focada na sustentabilidade. Não tivemos nenhum problema desde que foram instalados os painéis. Tudo funciona perfeitamente em todos os departamentos. Temos sim, um retorno seguro”, confirmou o presidente.

O site oficial da Câmara Municipal de Apucarana disponibiliza, para a comunidade, um link que remete a geração de relatórios com informações de valores e energia gerada e consumida no dia, mês e ano. 

Fonte: Câmara de Apucarana

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Previous post Mega-Sena acumulada sorteia hoje prêmio de R$ 200 milhões
Next post Polícia Militar testa novas tecnologias na Guaratubanda 2020 e faz policiamento preventivo para meio milhão de foliões