Aplicativo identifica veículos com débitos ou alerta de furto e roubo

Read Time:1 Minute, 47 Second

A Receita Estadual do Paraná lança em parceria com a Celepar o aplicativo Fiscaliza PR, que possibilita consultar a situação dos veículos registrados no Estado instantaneamente, por meio de leitura OCR (Reconhecimento Ótico de Caracteres), utilizando apenas a câmera de um smartphone. 

Em um primeiro momento, o app será utilizado pelos auditores fiscais da Receita Estadual, que poderão identificar de forma mais rápida e eficaz irregularidades em veículos, como o não pagamento de licenciamento e do IPVA ou se há registro de furto ou roubo.

O aplicativo identifica a placa e apresenta em sua interface um destaque em vermelho para veículos furtados, em amarelo para veículos com licenciamento ou IPVA vencidos e na cor cinza para aqueles isentos de IPVA, mas com licenciamento vencido. “Pelo Fiscaliza PR também é possível consultar o extrato do IPVA, ver o histórico de consultas e registrar os veículos abordados”, explica o auditor fiscal Leonardo Bretones, idealizador do projeto.

Em uma segunda fase a Receita deve disponibilizar o Fiscaliza PR para outros órgãos estaduais e prefeituras paranaenses que tenham interesse na ferramenta. Outros estados já demonstraram interesse.

INOVAÇÃO – No ano passado a Secretaria da Fazenda investiu em outras ações de modernização e inovação. Uma parceria entre a Receita Estadual e a Celepar resultou em uma solução que permite aos consumidores paranaenses escolher os horários com menor fluxo de pessoas em supermercados e farmácias do Estado a fim de evitar aglomerações.

O aplicativo mostra a movimentação com base na geração de cada Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor (NFC-e) no sistema, entre as 6h e às 22h. Com base no volume emitido nos últimos dez minutos é possível obter os horários em que há menos consumidores circulando nestes estabelecimentos, ou seja, os mais indicados para visitá-los, mantendo o distanciamento social.

Ainda em 2020, a pasta contratou financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para implantar o Projeto de Modernização da Gestão Fiscal do Estado do Paraná (Profisco II), que terá duração de cinco anos, com o objetivo central de agregar novas plataformas tecnológicas ao controle tributário e gerar mais dados para embasar políticas públicas.

Fonte: AEN – PR

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Previous post Testes na rede privada só devem ser feitos após 72 horas do surgimento dos sintomas, alerta Saúde
Next post Aduana paraguaia aumenta segurança sanitária na Ponte Internacional da Amizade