Maringá: Homem diz que teve a perna quebrada após discussão com servidores na central de estacionamento rotativo

Read Time:2 Minute, 29 Second

Um idoso diz que teve a perna quebrada por um servidor do estacionamento rotativo de Maringá, no norte do Paraná, durante uma discussão na central de atendimento do serviço na tarde de terça-feira (22). O homem está internado no Hospital Metropolitano de Sarandi.

“O funcionário me deu uma gravata, me jogou no chão e chutou a minha perna. Não bati em ninguém”, diz Gilmar Tadeo Trevisan.

Trevisan, que tem 64 anos, explicou que estacionou o carro no centro para ir ao banco e acabou passando quatro minutos do tempo permitido. Ao chegar no veículo, encontrou um agente deixando uma notificação por ter passado do tempo permitido.

Trevisan foi orientado pelo agente a procurar a central de atendimento porque não seria necessário pagar o valor.

O idoso contou que a confusão começou na central porque ao procurar pelo atendimento a orientação foi outra, disseram que ele tinha que pagar a multa.

“Fui ao escritório do Estar por orientação do agente de trânsito. Disse que ia voltar no banco para sacar R$ 10 e pagar a multa. Mas, ele [agente] disse que não precisava, que era só eu ir no escritório porque como foram só quatro minutos ele cancelavam. O rapaz do box começou a me insultar”, conta Gilmar Trevisan.

A prefeitura alega que Trevisan estava alterado e confrontou os funcionários. O município diz que ao ser contido o idoso chutou o servidor e acabou lesionando a perna. O município também divulgou um vídeo que mostra parte da confusão. Veja o vídeo acima

Trevisan alega que passou a ser filmado e foi agredido ao colocar a mão na frente da câmara.

“Começou a me insultar, aí veio um japonês, e o funcionário começou a me filmar. Falei que não ia me filmar e ele me agrediu” , alega o idoso.

O idoso foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o hospital.

O que diz a prefeitura

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana afirma que o Gilmar Trevisan contestou a multa que recebeu e insistiu com o agente para cancelar o auto de infração. O agente orientou o homem a procurar a Central de Atendimento.

A secretaria diz que Trevisan “estava nervoso, manteve atitude confrontosa e desafiadora ao falar com os agentes”.

O município diz ainda que o idoso agrediu um orientador que estava filmando a situação e chutou o chefe do serviço.

“Ao observar que estava sendo filmado pelo orientador Fábio Rogério Onishi o agrediu. Ao tentar contê-lo, o chefe de serviço, Marcelo Oliveira David, foi chutado, momento em que G.T.T se feriu na perna. Contido, foi levado para a sala da gerente do Estar, Janaína Ferreira, que acionou o Samu para atendimento médico. Também foram acionadas a Polícia Militar e a Guarda Municipal para registrar a ocorrência”, diz a nota.

A prefeitura afirma que os servidores envolvidos no caso registraram Boletim de Ocorrência e fizeram exames de corpo de delito nesta quarta-feira (23).

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Previous post Arapongas: Vivendo e Aprendendo, aula de Ciências na Biblioteca
Next post Arapongas: Padre alemão Bernardo Besch visita nossa cidade